TEIAS

Teia foi uma intervenção audiovisual que fiz em Lençois na Bahia, quando participei de uma residência artística dentro da Mostra Latino Americana de Performances Urbanas. Em minha vivência com a cidade, um local que outrora teve grande fluxo de pessoas devido à extração de minérios, como o diamante, percebi que a cidade atual - muito tomada pelo turismo - tem muita história para contar e uma quantidade grande de mulheres que viveram nesta época e que ainda resistiam à esta "nova cidade ". Me propus a conhece-las, andando pelas ruelas mais tradicionais da cidade. Conversas pela janela, dentro das casas, sentada na porta. Fiquei amiga de muitas delas. Gravei seus áudios com depoimentos sobre sua vida naquela cidade, suas histórias. 

Ao longo do processo de encontro com estas mulheres, certo dia me deparei com DONA Edith, uma tecedora de palhas da cidade. Já tinha ido na lojinha dela e comprado um chapéu, pois o sol é intenso em Lençóis... Ela produz artesanato com palhas: bolsas, chapéus, cestas etc. Ela tece para o lado de fora da sua loja / atelier. Sentada na calçada, olha a cidade, conversa e tece. Fiquei a observando por um longo tempo até que achei que seria bonito chama-la para tecer as histórias das mulheres que eu estava gravando. De certa forma, ela sentada ali na calçada tece enquanto fala, olha e conversa e seu gesto está impregnado disto tudo. 

O trabalho resultou em uma intervenção em uma casa antiga da cidade, onde só restara a fachada. Coloquei autofalantes dentro da casa de onde saiam a fala das mulheres que conversei pela cidade e na fachada projetei dona Edith em um loop infinito tecendo as histórias. 

© 2019 Roberta Carvalho